Seco, frio e guardado

8 de out de 2017

Meu coração murchou como uma flor seca no outono. Eu só fechei os olhos e vi o ar se esvair de mim. Novos ventos irão percorrer meu ser, novas vidas tentarei ver. Mas até lá, o que bate em meu peito ficará em casulo por um longo período. As cicatrizes que nele aparecem refletem a dor que em mim habita. A dor que um dia foi uma forma de alegria. É hora de pausar. De dar descanso ao coração. De viver outras formas de sentimento. E se a solidão me assombrar vou me apegar a pensamentos bons, onde a companhia calma e alegre estará sempre comigo. É só fechar os olhos e respirar. Eu que um dia fui amor, agora sou uma brisa que ecoa no tempo, no vazio da existência de mim. Se um dia eu voltar a amar, que seja alguém que valha a pena ficar. 



- Helio Filho
Julho de 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do post? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim :)

| Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo