Uma laranja inteira

27 de ago de 2011

Outro dia estava lendo um determinado tumblr e sem querer me deparei com palavras muito interessantes. Um pensamento que eu nunca tinha parado pra refletir a respeito. Falar sobre amor  é algo cotidiano e sempre ouvimos as pessoas dizerem:

-Ah um dia ainda acho a metade da minha laranja! Por onde ela anda?

 Com certeza você já deve ter ouvido alguém dizer isso, até mesmo nas novelas, nos livros, filmes. Porém  o  compromisso de ter uma relação fixa com uma pessoa vai muito mais além do desejo de querer ter alguém ao  seu lado. Muitas vezes a pressão social e influências acabam forçando as pessoas a encontrarem suas "metades" e muitas outras questões e valores são impostos, o que faz com que as vezes elas esquecem de coisas simples, mas que fazem total sentido. Talvez a metade de uma laranja não seja realmente o que precisamos, mas sim de uma inteira.

Como diz Fernanda Gaona,

"(...) Eu sou da teoria que precisamos de alguém que já venha inteiro. Porque a pessoa que vem inteira sabe respeitar espaços, a pessoa que se sente completa aceita que você não é igual, e principalmente, a pessoa que aprendeu a totalidade sozinha sabe que dividir algo com você não implica em nenhuma perda para ela. Acredito que a troca no relacionamento só é completa quando cada um é inteiramente proprietário das suas ações. E que não é a metade da laranja que faz você ser completo, mas as lições que você aprende durante sua incompletude. Essas sim serão imprescindíveis e farão você dividir completamente tudo que existe dentro de você."

Belo pensamento não é? Uma desconstrução de ideias muito interessante. Então da próxima vez que você for procurar uma laranja, procure por uma inteira :)


Helio Filho









8 comentários:

  1. seguindo..
    http://tubaraobanguela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu tb nunca tinha pensado nisso Helio! Interessante mesmo,faz total sentido! Amei o jeito como ela se expressou! Mas a minha laranja eu já achei! hauahauahuah


    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. É mesmo um belo pensamento! Gostei da forma q ela falou sobre isso, um jeito tão autêntico, né?

    Mas olhe, acho q essas coisas a gente não tem q procurar, elas acontecem qnd menos se espera. Comigo por exemplo já aconteceu, encontrei minha laranja, inteirinha! E eu nem estava procurando. rsrs..

    Beijos amigo! =**

    ResponderExcluir
  4. Metade, inteira, tanto faz. Pra mim, o importante mesmo é encontrar o verdadeiro amor, isso é o mais importante n é mesmo? Mas achei mto legal o q ela disse, faz sentido tb! hahaha

    =***

    ResponderExcluir
  5. gostei! http://mentedosinvalidos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Patrícia Barros,

    Obrigado por seguir :]

    Hany,

    Não é legal? Eu também achei super interessante! ahh já achou né, que bom!! ahahaha
    beijos

    Rejane,

    Sim, bem autêntico! Eu também nunca tinha parado pra pensar nisso! É verdade, acontece quando menos esperando, que bom amiga! Espero que isso aconteça logo comigo hauahuah Ainda não achei a minha! hauahuaha

    ResponderExcluir
  7. Lis,

    Ah,com certeza! O importante é ser feliz né! hauahuha
    Beijos!!

    A mente dos inválidos,

    Que bom! :D Valeu por comentar, volte sempre!

    ResponderExcluir
  8. Ameeei !
    Parei para refletir.
    Realmente às vezes procuramos algo como se nos faltasse alguma coisa em nós, quando na verdade não nos falta nada. O que temos de procurar é algo que possa nos acrescentar e nos tornar melhores do que somos.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim :)

| Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo