Lágrimas do horizonte

21 de ago de 2011

 E eu agora ergo o corpo e me limito a sentir o ar entrar em meus pulmões, como se a aurora da noite deitasse em meu ombro, consolando meus tristes e findáveis sonhos. Agora eu sinto os meus pés tocarem no chão e vejo o horizonte esplêndido que corta infinitos dias, inconformado por não conseguir encontrar outro semelhante pelo fato de ser único. Restaram passos na areia quando ao amanhecer corri em direção ao mar para de perto consolá-lo e embora minha vontade fosse essa, as nuvens negras não me deixaram enxergar, fazendo suas lágrimas tristes escorrerem ao ponto de invadirem os mais profundos sentimentos que alguém não queria mais sentir.

Eu caminhei lentamente pela águas do oceano a procura de respostas e elas aos poucos e silenciosamente apareceram para mim. Como se o tempo não passasse e as horas parecessem dias enfim a luz do sol veio para secar os rios que escorriam pelos seus olhos. Deitei então na areia úmida, e encarei o olhar do horizonte que me via  como um ser diferente. Eu poderia andar e mudar direções ao passo que ele estaria pra sempre preso naquele céu imenso tentando achar as respostas que agora eu já havia encontrado. Eu olhava para o céu como alguém que encontrara o seu real significado de existir e esqueci palavras e gestos passados que não me faziam bem. Apostei nas pessoas certas que me faziam feliz e deixei que o mundo tomasse conta do que realmente poderia acontecer.

Foi então que o ar cortou o céu como flechas encantadoras de certezas e o horizonte enfim sorriu. Não, eu não olhava para alguém que se perdera, tentando achar a felicidade em outros lugares e pessoas. Eu olhava para um horizonte claro, sem dúvidas e que a partir de agora iria seguir e continuar sendo o que ele realmente sempre foi.


Helio Filho
Fevereiro de 2011

6 comentários:

  1. q lindo, adorei *-* !
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Mto lindo! Visualizei toda a cena enquanto lia. Gostei, mto bom mesmo!

    Esse texto era do seu outro blog, ou estou enganada?

    Beijos amigo! =**

    ResponderExcluir
  3. Lindo Helio! Seus textos sempre encantadores! Sem palavras :)

    ResponderExcluir
  4. Yasmin,

    Muito obrigado! Volte mais vezes :)

    Rejane,

    Obrigado amiga! Sim, foi o primeiro texto que postei no words to remember. Só que lembrei que não tinha postado aqui ainda, aí achei legal postar :)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Lis,

    Muito obrigado! E seus comentários sempre me deixam alegre! Obrigado :)


    Beijos! :*

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindo !
    Elegante e muito bem elaborado, parabéns!

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim :)

| Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo