Ventos que sopram

11 de dez de 2010

E eu acreditava que o esforço dos fracos era apenas mais um gesto de autoconfiança. Remotos sentimentos de medo, palavras ditas que me fizeram pensar em buscar o melhor, cenas iludidas por um futuro guardado dentro de uma garrafa de vidro, a voz do saber que grandiosa por sua superioridade inquietou-se quando percebeu que erros são mais difíceis de serem decifrados.
Mas hoje o castelo caiu.  E o tornado que passou furioso não mais é do que um simples vento. Não contive meus medos, mas sei que os ventos sopram e passam, assim como a leve brisa do mar que acalma nossos pensamentos cai sobre o rosto tênue da incerteza.
Que esses ventos levem consigo todos os pensamentos antigos. O baú fora aberto e as lembranças roubadas por eles pairaram no ar a procura de um novo lugar para se esconderem.

Por que certas lembranças não merecem serem lembradas. Temos que lembrar do que ainda vai acontecer e esquecer rostos e palavras incertas.

Helio Filho

5 comentários:

  1. Amei o post Helio!
    Simplesmente lindo, e q novos ventos venham e tragam coisas maravilhosas!

    Bjão ;*

    ResponderExcluir
  2. Texto bem subjetivo, profundo! Como sempre arrazando! Amei o final e concordo plenamente :*
    Bju!

    ResponderExcluir
  3. "...Por que certas lembranças não merecem serem lembradas."
    Também acho, às vezes gostaria que um vento desses levasse embora da minha mente todas essas lembranças que não merecem serem lembradas. Muito lindo o texto, amei!
    Bjoss :**

    ResponderExcluir
  4. Gostei mto do texto! Me fez refletir sobre mta coisa! Essa parte do tornado q agora é um simples vento me tocou mto, assim como as lembranças q n merecem ser lembradas. Parabéns!
    =*

    ResponderExcluir
  5. Gostei mto!!
    Concordo qdo vc diz q tem lembrabças q n merecem serem lembradas, mais pura verdade!
    abraços :)

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim :)

| Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo