Castelos de areia

7 de mai de 2010

Era um belo dia de Sol. A data exata, não se sabe. Mas havia Sol, mar, areia e sonhos. E aquela garota. Sentada à beira d’água, olhando para a imensidão azul que se estendia à sua frente.

Após longos momentos de reflexão, ela se levantou e, com movimentos delicados e até mesmo tímidos, começou a procurar uma parte mais firme no areal. Encontrando, arranjou um lugar, sentou-se e começou a cavar. A areia que entrava debaixo da unha parecia não incomodá-la enquanto se lançava de corpo e alma àquela importante tarefa. Com esforço, habilidade e determinação, foi cavando cada vez mais fundo, até encontrar areia úmida. Tirando-a dali, começou a erguer uma torre próxima àquele buraco. Enquanto isso, o tempo nem sequer parecia passar.

A parte da construção da torre parecia ser a mais empolgante. Podia se notar um brilho diferente nos olhos daquela garota, ao moldar e esculpir aquele pedaço de um castelo. Obviamente, cavar um buraco nunca é algo muito animador. Talvez fosse o fato de começar a enxergar aquilo que apenas visualizara em sua mente que a fazia sorrir daquela maneira misteriosa. Os minutos corriam, mas a sombra do sorriso permanecia em sua face. E logo já não era apenas uma, mas duas torres, bem erguidas e belamente adornadas, com toda espécie de conchas que ela, surpreendentemente, encontrara.

Em poucas horas, já havia ali uma bela obra de arte, um castelo digno de uma princesa. Digno da princesa que o construíra tão dedicadamente. Apesar do tempo consumido, ela sabia que também era necessário construir um fosso, para qualquer eventualidade. Um ataque das ondas, talvez. Até então, o buraco tinha servido para impedir que a água chegasse ao castelo duas vezes, mas já ameaçava desmoronar. Era hora de proteger seu sonho tornado em realidade.

Mas, antes que o fosso fosse concluído, veio a maior onda daquela tarde, que cobriu a garota e escorreu seu árduo trabalho de todo um dia para bem longe, de volta para o mar. Era difícil enteder por que a princesa não caíra em prantos ao contemplar aquela massa disforme que há apenas um piscar de olhos ainda era o belo e majestoso fruto de sua perseverança. Talvez ela tivesse acordado. O Sol já se punha.

O tempo de deixar as brincadeiras na praia de lado havia chegado. Era tempo de construir castelos de verdade.

Eu agora sou a onda que está destruíndo os castelos de areia que eu mesma montei – aqueles sonhos secretos e de estimação que guardei a sete chaves no mais profundo do meu coração.

Talvez tenha chegado a hora de construir castelos de verdade, mas isso não significa que me esquecerei dos maravilhosos dias que passei sentada na praia, construindo essas frágeis obras-primas…


                                                                Brenda Nepomuceno

* Eu simplesmente amo os textos dessa garota!


                                                         

6 comentários:

  1. Que bonito isso, adorei a mensagem que o texto passa.:)
    acho que vc já tinha me falado sobre essa garota e me disse que ela escrevia mt bem, e agora tô vendo que é verdade. meus parabéns a ela!
    ahh tb gostei mt dessa idéia de colocar as "impressões" de outras pessoas aqui tb, acho que assim o blog vai ficar mt mais interessante.
    Bjoos :D

    ResponderExcluir
  2. Ai, que coisa mais emocionante entrar aqui, me dar de cara com esse título e pensar - "espera aí, eu já escrevi um texto com o mesmo nome!" HAHAHA!
    Mais feliz ainda por saber pelo comentário da Rejane que você já lhe tinha "falado sobre essa garota"! Muito obrigada pelo carinho! :)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  3. Lindo lindo lindo! Ameii *_*
    Essa brenda escreve muito bem mesmo!
    Quase chorei lendo, muito lindo!

    ResponderExcluir
  4. Pois é Rejane ela escreve muito bem sim, eu não disse? Adoro esse texto, é um dos meus preferidos, a mensagem é perfeita..
    Sobre colocar outras "impressões", eu também acho que o blog fica muito mais interessante :)
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. hauahauaha eu sabia que você iria achar estranho Brenda!
    Simm eu já tinha falado com a Rejane a respeito do seu blog e dos seus textos que são muito perfeitos e eu tinha que postar em deles aqui, particularmente esse que eu adoro!
    Bjoss :)

    ResponderExcluir
  6. Sem comentários, mto lindo!
    Vou passar a frequentar o blog dela também, escreve mto bem!

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim :)

| Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo